sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Koans



Segundo o Wikipédia: 

Um koan (公案; japonêskōanchinêsgōng-àncoreanogong'anvietnamitacông án) é uma narrativa, diálogo, questão ou afirmação noZen-Budismo que contém aspectos que são inacessíves à razão. O koan tem como objetivo propiciar a iluminação do aspirante a zen-budista. Um koan famoso é: "Batendo duas mãos uma na outra temos um som; qual é o som de uma mão?" (tradição oral, atribuida aHakuin Ekaku, 1686-1769).

Na verdade um Koan é uma peça poética extremamente rara e ao mesmo tempo conteporânea que nos faz entrar em colapso, aquele colapso que faz com que nossas mentes escapem da rotina do normal e diário para entrar no estreito túnel que leva à iluminação repentina e profunda da alma. Um estalar de dedos, um verdadeiro tapa na cara cósmico.

A partir de hoje, pretendo postar alguns Koans e outros contos do Zen Budismo. Espero que apreciem com moderação.

O Aperfeiçoamento Pessoal 

Um praticante certa vez perguntou a um mestre Zen, que ele considerava muito sábio: 
"Quais são os tipos de pessoas que necessitam de aperfeiçoamento pessoal?" 
"Pessoas como eu." Comentou o mestre. O praticante ficou algo espantado: 
"Um mestre como o senhor precisa de aperfeiçoamento?" 
"O aperfeiçoamento," respondeu o sábio, "nada mais é do que vestir-se, ou alimentar-se..." 
"Mas," replicou o praticante, "fazemos isso sempre! Imaginava que o aperfeiçoamento significasse algo mais profundo para um mestre." 
"O que achas que faço todos os dias?" retrucou o mestre. "A cada dia, buscando o aperfeiçoamento, faço com cuidado e honestidade os atos comuns do cotidiano. Nada é mais 
profundo do que isso." 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, deixe aqui sua mensagem, crítica, sugestão ou elogio. No final, cada palavra dita é importante e serve para aprimorar a informação fornecida pelo autor.

Obrigado.

M.